assinante_desktop_cabecalho

Primeira-dama do Piauí se chafurdou na lama da corrupção em esquema de transporte escolar, aponta delegada

Ler na área do assinante

Rejane Dias, atual primeira-dama do Piauí e deputada federal do PT, juntamente com familiares, teria recebido “vantagem indevida” em um esquema de transporte escolar no estado.

A afirmação é da delegada de Polícia Federal Milena Caland.

A primeira-dama foi alvo de ação de busca e apreensão nesta segunda-feira (27). A PF fez buscas em sua residência e em seu gabinete, em Brasília.

“O envolvimento da esposa do governador, Rejane Dias, se refere e justifica em razão do exercício do cargo 2015 a 2018 Os dois pregões que são objetos de análise se referem a pregões de 2015 e 2017, exatamente no período em que ela esteve à frente da Secretaria de Educação (…). Fora o cargo, ao longo da análise do material, constatou-se que houve recebimento de vantagem indevida por ela e familiares.”

A Operação Topique, que investiga a falcatrua, apura um desvio de R$ 50 milhões de fundos de educação do estado.

Rejane foi secretária de educação do Piauí durante 2015 e 2018.

Isso é o PT...

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar