Lula: 'Quem paga o Moro são os impostos das empresas investigadas'

Imediatamente após prestar depoimento à Polícia Federal, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva partiu para o confronto.

Lula, perante a aguerrida militância petista, assumiu o papel de vítima. Da mesma forma, disse que está 'ultrajado', 'ofendido' e 'magoado'.

Além disso, o líder petista desferiu severos ataques contra o juiz federal Sérgio Moro, taxando- de arrogante e serviçal da imprensa, chegando a dizer que o salário dos membros do Judiciário é custeado com o imposto pago pelas empresas investigadas no petrolão.

Lula afirmou que esta sexta-feira representará um marco para a história do PT. E que sairá em caravana pelo país a partir da semana que vem para 'defender o partido'. 'Se quiseram matar a jararaca, não bateram na cabeça. Bateram no rabo, e a jararaca está viva como sempre esteve.'

Ainda falando aos militantes, Lula, intrepretando o papel de vítima, chorou e pediu desculpas aos 'companheiros' do Instituto Lula, e à mulher, Marisa Letícia, pelos transtornos provocados.

O ex-presidente afirmou reiteradas vezes que se sentiu um "prisioneiro" e que está magoado e indignado com o tratamento que recebeu hoje. 

'Há muito tempo o PT estava de cabeça baixa. Há muito tempo todo dia alguém faz o PT sangrar. É preciso recomeçar. Vamos recomeçar', completou Lula.

da Redação

                         https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online.

da Redação

Comentários

Leia mais...

Mais em Política