Enfim, Weintraub é aprovado para a diretoria do Banco Mundial e toma posse na próxima semana

Comunicado divulgado pelo Banco Mundial na noite desta quinta-feira (30) informa que o ex-ministro da educação, Abraham Weintraub, teve seu nome aprovado para ocupar o cargo de diretor-executivo do conselho da instituição.

A nota do Banco Mundial diz o seguinte:

"O Banco Mundial confirma que o sr. Abraham Weintraub foi eleito pelo grupo de países (conhecido como constituency) representando Brasil, Colômbia, República Dominicana, Equador, Haiti, Panamá, Filipinas, Suriname e Trinidad e Tobago para ser Diretor Executivo no Conselho do Banco.
O sr. Weintraub deve assumir seu cargo na primeira semana de agosto e cumprirá o atual mandato que termina em 31 de outubro de 2020, quando a posição será novamente aberta para eleição. (...)”

Weintraub deixou a pasta da educação, após o polêmico vídeo da reunião ministerial de 22 de abril.

Provavelmente, em outubro, o ex-ministro deverá ser reeleito e cumprirá novo mandato no Banco Mundial.

Merecidamente e em paz.

Até que no Brasil a “Ditadura da Toga” seja arrefecida.

O Banco Mundial, por sua vez, terá um diretor qualificado, defensor da ética, da moralidade e da honestidade.

da Redação

Comentários