Facebook informa que não irá cumprir ordem de Moraes

Ler na área do assinante

A determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, nesta quinta-feira, 30, que impõe uma nova suspensão nos perfis nas redes sociais de conservadores investigados no âmbito do inquérito das fake news, não será cumprida pelo Facebook.

O ministro quer que contas que estão bloqueadas no Brasil, sejam também suspensas no exterior.

Porém, a plataforma Facebook, empresa com sede nos Estados Unidos, informou que não vai tirar do ar internacionalmente os perfis dos investigados no malfadado inquérito.

Além disso, a empresa recorrerá ao plenário do STF e, enquanto isso, manterá as contas no ar fora do Brasil.

O Facebook entende que a determinação do ministro “extrapola jurisdição brasileira”.

“Respeitamos as leis dos países em que atuamos. Estamos recorrendo ao STF contra a decisão de bloqueio global de contas, considerando que a lei brasileira reconhece limites à sua jurisdição e a legitimidade de outras jurisdições”, diz nota da assessoria de imprensa do Facebook.

Fonte: Folha de S. Paulo

da Redação
Ler comentários e comentar