assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

"Sem Tempo, irmão!" Ministro da Infraestrutura entrega obras até durante a pandemia! (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

As ações do governo federal não pararam durante a pandemia! Foram 36 obras entregues no primeiro semestre, entre rodovias, portos, aeroportos e ferrovias. Não é à toa que o ministro Tarcísio de Freitas virou até meme na internet: o ‘sem tempo, irmão’ simboliza bem um profissional que direciona a maior parte de seu tempo para o trabalho.

Em entrevista exclusiva à TV Jornal da Cidade Online, Marcelo Sampaio, secretário-executivo do Ministério da Infraestrutura, falou sobre o trabalho do ministro Tarcísio de Freitas e sua equipe exemplar, composta por profissionais técnicos, todos dedicados a entregar um Brasil novo.

“Fizemos um esforço muito grande para manter nossas obras em pleno funcionamento, são empreendimentos importantes, vão melhorar nosso escoamento, diminuir o custo Brasil, o custo do frete. E o destaque maior é que o ministério conseguiu se organizar internamente, nós dividimos o ministério em três grandes eixos: um focado na COVID, com um grupo dedicado a dar respostas rápidas na pandemia; outro grupo dedicado à pós-pandemia, como nos reestruturar como país; e o terceiro, com a agenda ordinária em pleno funcionamento”, explicou o secretário.

De acordo com Sampaio, o investimento em infraestrutura garante a segurança na movimentação da sociedade, não só pelo meio rodoviário, mas também pelo aquaviário, portos, aeroportos... além da questão da locomoção da carga interna e de exportação.

Ferrovias voltam a ganhar destaque no Brasil

O Ministério da Infraestrutura também aposta na revitalização da malha ferroviária. A renovação da concessão da malha paulista por mais 30 anos será um marco na economia. Já a renovação da concessão da malha das ferrovias de Carajás e de Vitória-Minas, da Vale, com um investimento de R$ 21 bilhões, tem previsão de gerar 65 mil empregos nos próximos anos.

“A renovação dos contratos de concessão, principalmente os ferroviários, é algo inédito no país, é a primeira vez que o Brasil renova antecipadamente esses contratos. Vamos ter um investimento da ordem de R$ 6 bilhões nos próximos cinco anos. Para fazer diferente, nós precisamos ter foco, nos dedicar e o Brasil consegue dar mais um passo em direção à mudança na matriz de transporte”, ressaltou o secretário.

Papel das Forças Armadas nas obras

Sampaio destacou ainda o papel do Exército e Aeronáutica na realização dos projetos de infraestrutura:

“O Exército, em especial, teve um papel fundamental em uma obra emblemática. No ano passado, terminamos de pavimentar a BR-163, no Pará, uma BR importante, estratégica para o país, especialmente para escoamento de grãos, da nossa safra. O governo do presidente Jair Bolsonaro dá passos concretos em direção a um país desenvolvido”, apontou o secretário.

Assista a entrevista:

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários