assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

Gabriel Monteiro é expulso da PM e mostra documentos que apontam sua inocência (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Nesta terça-feira, 4, o Youtuber e PM Gabriel Monteiro foi expulso da Polícia Militar do Rio de Janeiro, por deserção.

A decisão foi publicada no Boletim da corporação.

Gabriel pertencia ao 34º BPM (Magé) e teria faltado o serviço para o qual tinha sido escalado no dia 22 de julho e ficado até o dia 31 de julho sem informar seu paradeiro, e assim, teria completado oito dias de ausência, cometendo o “crime de deserção” previsto no Código Penal Militar.

O responsável pela decisão foi o secretário da PM, coronel Rogério Figueredo.

Entretanto, Gabriel Monteiro apresentou documentos que indicam a sua inocência.

Confira:

O youtuber trouxe dois atestados de perícia, assinados por médicos da própria PM.

O primeiro deles, do dia 23 de julho, é de autoria do capitão médico Marcelo Borges, e afasta o policial por um dia, a contar do dia 22, o mesmo que é apontado pela corporação como ausência não justificada.

Já o segundo atestado é do dia 29 de julho, assinado pelo tenente-coronel médico Luiz André, e afasta Gabriel de suas funções por três dias, a contar do dia 28, o que resulta, justamente, em um retorno no dia 31 de julho, dia apontado pela PM como aquele em que o soldado informou sobre seu paradeiro.

Gabriel, munido de suas provas, foi até o tenente-coronel que assinou a sua dispensa e gravou um vídeo mostrando tudo.

Confira:

“Não se esqueçam. Deus está comigo contra os corruptos. Aguardem e verão. Servir e proteger”, escreveu o youtuber, em suas redes sociais.

Confira:

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários