assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

Sérgio Camargo obtém vitória unânime no STJ e, para desespero da esquerda, fica na Fundação Palmares

Ler na área do assinante

Nesta quarta-feira, 05, a Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou por unanimidade, um recurso que pedia a suspensão da nomeação de Sérgio Camargo na presidência da Fundação Cultural Palmares.

Nomeado pelo ex-secretário da Cultura, Roberto Alvim, Camargo teve sua vaga suspensa em dezembro de 2019, após um juiz do Ceará acatar uma ação civil pública.

Entretanto, no dia 12 de fevereiro, o presidente do STJ, ministro João Otávio de Noronha, derrubou a decisão que suspendia a nomeação do jornalista, acatando um recurso da Advocacia-Geral da União (AGU).

Após esta decisão de Noronha, a Defensoria Pública da União (DPU) recorreu.

Os magistrados por unanimidade mantiveram Camargo no cargo.

Em suas redes sociais, o presidente da Fundação Palmares, comemorou o fato:

“Vitória por unanimidade no STJ. Grande dia!”

Confira:

Fonte: O Globo

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários