assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

Camila contrai “Malária” e médico faz elucidativo depoimento sobre o uso da cloroquina por esquerdistas, direitistas e outros...

Ler na área do assinante

Camila Pitanga protagonizou um dos assuntos mais comentados na rede, nos últimos dias.

A atriz teria contraído malária. Ela e a filha.

Imediatamente começou a circular a história de que a alegada “malária” seria apenas uma desculpa esfarrapada para que pudesse - ela e a filha - ser tratada com a hidroxicloroquina, da Covid-19.

Como se sabe, a senhora Pitanga é esquerdista, fiel integrante da galera do “EleNão”, enteada da deputada federal Benedita da Silva, do PT.

O exame para dirimir a dúvida não foi apresentado. Os rumores permanecem.

Nesse sentido, nada como a palavra de um médico que está diariamente lidando com o assunto.

Eis abaixo o elucidativo depoimento:

“Já atendi vários pacientes infectados. São amigos, parentes, esquerdistas, direitistas, cristãos, umbandistas, judeus, ateus... Gente simples, doutores, formadores de opinião. Pessoas que são contra ou a favor da “cloroquina”, ANTES de ficarem doentes.
Todos porém, ao se contaminarem, largam as suas convicções e, no desespero, pedem para tomá-la. Acontece sempre, sem parar!
Julgar a Cloroquina? Na medicina nada é exato e constante. Só sabemos que o vírus mata muito rápido! Se o paciente quer tentar, é direito do médico assisti-lo: O CFM já avalizou!
Não precisamos da ONU, OMS, MS, OAB, STF, para propor um fio de esperança contra a dor, o sofrimento, a angústia, o medo e a morte pois... na dúvida é melhor tomar, do que não tomar e morrer!
Tenho visto que a convicção de quem não acredita na Cloroquina se esvai no seu 1º teste positivo!
O paciente muda, repensa e uma clara consciência o invade: Ele sabe que poderá perder, não uma simples discussão na internet, mas o seu bem mais precioso: sua própria vida!
Dr. Estevão Villalba
Médico Cirurgião Geral pelo CFM”
da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários