assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

Fantástico 'esclarece' doença de Camila Pitanga, mas se cala sobre delação de Dario Messer (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Com todos os comentários e dúvidas levantadas por internautas quanta a infecção de malária da atriz Camila Pitanga, o ‘Fantástico’ da Rede Globo, resolveu entrevistá-la para entender o caso.

A atriz reafirmou a utilização da Cloroquina no tratamento da doença.

Segundo a reportagem, o medicamento usado por Camila não é o mesmo usado para o tratamento da Covid-19, “sem a comprovação científica”.

Este no entanto, seria o difosfato de Cloroquina.

“Bem mais forte (o difosfato de Cloroquina), o tratamento dura apenas 3 dias, pois o uso continuado pode levar a cegueira”, diz a reportagem.

O Fantástico preocupou-se em ‘esclarecer’ as dúvidas quanto a doença de Camila, porém calou-se perante a delação do doleiro Dario Messer.

Dario Messer firmou um acordo de delação premiada com o MPF-RJ (Ministério Público Federal do Rio de Janeiro).

Em depoimento, ele afirma ter repassado dólares em espécie para a família Marinho, dona da Rede Globo, diversas vezes, durante aproximadamente 30 anos.Segundo Messer, um funcionário de sua equipe entregava de duas a três vezes por mês quantias que oscilavam entre 50 mil e 300 mil dólares e estes tais repasses teriam começado ainda nos anos 90.

O doleiro dá nome aos bois e diz que os repasses eram feitos em pacotes de dinheiro dentro da própria sede da emissora. A grana era entregue para um funcionário identificado como José Aleixo.

A matemática dos possíveis valores repassados é assombrosa.

O próprio presidente Jair Bolsonaro fez a conta:

“30 anos = 360 meses
3 X por mês = 1080 vezes
1080 x U$ 300 mil
U$ 324.000.000,00
U$ 1,00 = R$ 5,42
R$ 1,75 bilhão...
é o valor que pode ter sido repassado, em dinheiro vivo à família Marinho da Globo, segundo o doleiro Dario Messer.”

O silêncio do Fantástico é estarrecedor.

Lamentável!

Confira:

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários