assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

STF aciona plano “B” para impedir que ministro indicado por Bolsonaro atue nos casos da Lava Jato

Ler na área do assinante

Com a inevitável aposentadoria do ministro Celso de Mello, que tem como data limite o dia 1º de novembro, quando o decano completa 75 anos, um plano “B” parece ter sido acionado com o objetivo de garantir a maioria dos votos contra a Lava Jato, na 2ª turma do STF.

A estratégia é simples.

A ideia é impedir que o indicado por Jair Bolsonaro ocupe o lugar de Celso de Mello.

O novo ministro seria deslocado para a 1ª turma.

Dias Toffoli, que deixa a presidência, completaria a 2ª turma, garantindo o placar de 3 a 2 a favor de todos os condenados pela Lava Jato.

Eles são incansáveis...

Fonte: O Globo

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários