General Heleno enquadra Barroso: “Não adianta querer derrubar o presidente. Tirem isso da cabeça” (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, rebateu os ataques do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, contra o presidente Jair Bolsonaro.

Barroso afirmou que o Brasil tem um “presidente que defende a ditadura e a tortura”.

Nesta quinta-feira, 27, Heleno foi questionado sobre a declaração e afirmou que há setores da sociedade que defendem a queda do presidente:

“A gente lamenta uma declaração e não vamos encarar como provocação. A ideia é manter harmonia entre os poderes. Mas não adianta uma parte do país querer derrubar o presidente.”

E acrescentou:

“O presidente foi eleito de forma limpa. Qualquer tentativa de desilustrar essa eleição é tentativa de derrubar o presidente. É uma pretensão descabida. Tirem isso da cabeça.”

Confira:

da Redação
Ler comentários e comentar