assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

Pastor Everaldo vai para o xilindró

Ler na área do assinante

A decisão que decidiu pelo afastamento do cargo do governador Wilson Witzel, expedida pelo ministro Benedito Gonçalves do Superior Tribunal de Justiça (STJ), determinou também o cumprimento de 17 mandados de prisão, sendo 6 preventivas e 11 temporárias.

O pastor Everaldo Pereira, presidente nacional do Partido Social Cristão (PSC), homem forte do governo Witzel, é um dos que teve a prisão decretada.

Por volta das 7 horas da manhã desta sexta-feira (28), o pastor recebeu voz de prisão.

Policiais federais e uma procuradora do Ministério Público Federal efetuaram o cumprimento do mandado na cobertura onde reside o pastor, no Recreio, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

O Rio precisa de um profundo processo de depuração.

É necessário colocar um freio nessa farra interminável.

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários