assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

Flagrante: Doria e esposa "desdenham" dos menos favorecidos (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Nesta sexta-feira, 28, a primeira-dama de São Paulo, Bia Doria, se envolveu em uma nova polêmica sobre os moradores em situação de rua no estado.

Bia afirmou que há pessoas que são "preguiçosas".

"Todos os dias a gente vai, a gente conversa, a gente consegue levar para as clínicas de reabilitação. Porque geralmente ou é bebida, ou é desamor em casa, ou é algum problema químico... que as pessoas vão pra rua. E também tem os preguiçosos, que a gente não pode falar, tem que só ajudar", disse Bia Doria.

Confira:

Em julho, a primeira-dama já havia se envolvido em outra polêmica, juntamente com outra deslumbrada, a socialite Val Marchiori. Na ocasião, elas receberam duras críticas nas redes sociais após falarem sobre a situação dos moradores de rua.

"Não é correto chegar na rua e dar marmita [para moradores de rua], porque a pessoa tem que se conscientizar que ela tem que sair da rua. A rua é um atrativo, a pessoa gosta de ficar na rua", declarou Bia na época, gerando revolta na população.

Relembre:

Também nesta sexta-feira, o governador de São Paulo, João Doria, assim como sua companheira, "desdenhou" dos menos favorecidos ao criticar o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Segundo o governador, a popularidade do presidente só está alta devido ao auxílio emergencial que ajudou os pobres.

"Estamos falando de 90 milhões de pessoas recebendo 600 reais por mês. Não estou dizendo que não mereçam receber, mas este gesto, sendo do governo federal, contribuiu para melhorar a avaliação do presidente da República”, disse Doria, em entrevista.

Por essas declarações, percebe-se o nível do apreço que esse abastado casal nutre pelas pessoas menos favorecidas.

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários