assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

Enquanto governo Bolsonaro trabalha, oposição faz picuinhas, afirma Major Vitor Hugo (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Em entrevista à TV Jornal da Cidade Online, Major Vitor Hugo, deputado federal por Goiás e ex-líder do governo na Câmara, traz informações muito importantes, como os resultados surpreendentes alcançados pelo governo federal em várias áreas – foram 36 obras entregues no primeiro semestre, recorde no agronegócio, transposição do Rio São Francisco, entre outras realizações. A equipe comandada por Bolsonaro também se mostrou atuante junto ao povo durante a pandemia:

“Foram mais de 800 ações, centenas de bilhões de reais empregados para salvar vidas e empregos. Participamos aqui na Câmara, aprovando junto com o governo federal, medidas importantes como o auxílio emergencial de R$ 600, que custa R$ 50 bilhões para os cofres públicos por mês, mas que ampara diretamente aquelas pessoas mais vulneráveis, mais pobres”, ressaltou Major Vitor Hugo.

Ainda não aceitaram a vitória da direita

O parlamentar comentou ainda sobre os ataques ao presidente Bolsonaro e seus apoiadores:

“Quanto mais o governo acerta, infelizmente, o outro lado, a oposição, e a parte da imprensa que não desceu ainda do palanque eleitoral, não aceitou a vitória da direita, do presidente Bolsonaro... esse pessoal vai sempre continuar indo atrás de picuinhas, de respostas enviesadas”, apontou o deputado.

A guerra da cloroquina

Major Vitor Hugo criticou também a politização em torno da cloroquina:

“Bolsonaro estava certo desde o início. Se nós temos algum remédio que dá sinais que pode salvar vidas, por que não utilizar, com prescrição médica? Até agora não fui contaminado pela COVID-19, se eu vier a ser contaminado, vou usar a cloroquina com certeza. É muito provável que, infelizmente, pessoas tenham perdido suas vidas porque houve uma politização em torno do uso da cloroquina”, lamentou o deputado.

Major Vitor Hugo destacou durante a entrevista alguns de seus projetos como deputado, como o PL 1595/2019, que dispõe sobre as ações contraterroristas. “Não temos ainda no Brasil um sistema de prevenção de combate ao terrorismo”, disse o parlamentar.

Assista a entrevista:

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários