assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

Joice tem que ser candidata: Será a consagração do fracasso de uma estelionatária eleitoral

Ler na área do assinante

Se lhe tirarem a legenda, terá mais uma narrativa para se dizer perseguida.

Ao colocar-se como a melhor opção para o Presidente, à frente da prefeitura de São Paulo, sagrou-se como a figura mais deprimente da política brasileira. Foi mais ridícula do que o Dória e a vacina; mais até do que o Witzel espalhando a sua montagem tosca com a faixa presidencial.

O mandato da deputada, que ainda nem chegou na metade, é uma sucessão de fracassos e vexames que fariam Jean Wyllys corar de vergonha.

Começou bancando a blogueira no Instagram, enquanto ainda era líder do Governo; traiu o presidente; atacou os próprios eleitores; vendo seus seguidores minguarem, numa busca desesperada por audiência, começou a postar receitas; sem nenhum resultado, apelou para fotos sensuais. Seu poço, ao que parece, não tem fim.

Como candidata, receberá, nas urnas, a resposta que merece. Ouvirá, do povo, o seu veredito. Não terá como culpar o Presidente, seus filhos, o "gabinete do ódio" ou os "robôs da internet".

Será a consagração do fracasso desta que foi a deputada mais votada do país e, em meio mandato, não tem mais credibilidade para se eleger nem como síndica de condomínio.

Os quilos vêm e vão, mas o espírito de porco continua intacto.

Joice MERECE ser candidata.

O povo MERECE a oportunidade de colocar a maior estelionatária eleitoral do Brasil em seu devido lugar: A lata do lixo.

"Quem revela os segredos dos outros passa por traidor. Quem revela os próprios segredos passa por imbecil." (VOLTAIRE)

Felipe Fiamenghi

O Brasil não é para amadores.

assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários