O Globo se rende: “Fome ameaça matar mais gente do que o coronavírus em 2020”

Ler na área do assinante

A manchete de O Globo expõe o quanto a imprensa produziu desinformação nos últimos tempos. Notadamente, depois da posse do presidente Jair Bolsonaro.

Sem dinheiro fácil, essa gente resolveu derrubar o presidente. E, para tanto, iniciou uma ferrenha campanha de ódio, mentiras e desinformação.

Tudo o que era dito pelo presidente, essa turma se colocava no lado oposto.

E, de maneira sórdida, eles tentavam de todas as formas desmoralizar Bolsonaro, para assim derrubá-lo.

Não contavam com a astúcia do povo brasileiro, que compreendeu a situação e passou a dar todo o apoio ao governo e ao presidente.

Então eles perceberam que, nos tempos atuais, não possuem mais a mesma força de outrora, e que é impossível derrubar um presidente que tem forte apoio popular.

Bolsonaro sobreviveu. Está vivo. E a população está percebendo que ele sempre teve razão.

A “Mídia do Ódio”, por sua vez, totalmente desmoralizada, hoje é obrigada a reconhecer o que o presidente sempre pregou, desde o início.

"As consequências do tratamento não podem ser mais danosas do que a própria doença", dizia Bolsonaro.

O presidente estava com a razão.

Gonçalo Mendes Neto. Jornalista

da Redação
Ler comentários e comentar