O desabafo de Delcídio: ‘dois imbecís’

A Operação Lava Jato é recheada de méritos, já desvendou escandalosos esquemas de distribuição de propina e corrupção e fatalmente iniciou o processo de depuração da classe política brasileira, mas, de qualquer forma, o ponto crucial, que acelerou os acontecimentos, foi evidentemente a delação premiada do senador Delcídio do Amaral.


E o desfecho só chegou a este ponto, porque Delcídio foi literalmente abandonado, menosprezado e humilhado pelos próceres do petismo.

Logo depois dos acontecimentos de 25 de novembro de 2015, quando Delcídio foi flagrado naquela indigesta e criminosa conversa com Bernardo Cerveró, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deu a tônica do tratamento reservado ao senador: ‘coisa de imbecíl’. E ainda arrematou: “Que loucura! Que idiota!”.

Na época, o próprio PT apressou-se em - através de nota oficial assinada pelo presidente Rui Falcão - manifestar que o partido não devia solidariedade a Delcídio e que a Comissão Executiva Nacional iria ‘adotar medidas que a direção partidária julgar cabíveis’.

Assim, abandonado, menosprezado e humilhado, Delcídio, não suportando mais o cárcere, aceitou a delação premiada e demonstrou que a ‘imbecilidade’ caminha bem próximo do poder.

O governo acabou...

Pelo Brasil, Dilma, Lula e o PT não possuem mais condições morais de permanecer no poder.

Amanda Acosta

redacao@jornaldacidadeonline.com.br

                                                 https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política