assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

Como um bom "ator" global, Drauzio Varella ataca Bolsonaro e distorce sua fala (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Em entrevista à rádio Gaúcha de Porto Alegre, o médico Drauzio Varella, comentou a declaração do presidente da República, Jair Bolsonaro, que afirmou que “ninguém é obrigado a tomar a vacina”.

Para o médico, “não há sentido ser contra a vacina” e nem deve haver preocupação quanto à obrigatoriedade de imunização.

“Sempre houve liberdade. Nunca vi alguém sair vacinando as pessoas à força. A posição do governo federal não dá pra entender. Como você pode ser contra (a vacina)? Qual a lógica?”, disse Drauzio Varella.

Como um bom global, o médico distorceu a fala do presidente, que em nenhum momento afirmou ser contra a vacinação. Pelo contrário, o governo está investindo milhões na vacina de Oxford.

Bolsonaro apenas disse:

“Ninguém pode obrigar ninguém a tomar vacina.”

E de fato… Quem obrigará o cidadão que não aceitar a vacina chinesa?

Episódios como o da travesti Suzy, a negação da gravidade do coronavírus, a convocação de cidadãos para serem mesários nas eleições de 2020 e os últimos ataques sórdidos ao presidente, estão sepultando o que restava de credibilidade em Drauzio Varella.

O médico virou uma pessoa que opina de acordo com as suas conveniências, sem nenhuma preocupação com a sociedade.

Já merece uma vaga na bancada do JN...

Confira:

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários