Resultado no STJ demonstra o quão grave é a situação de Wilson Witzel

Ler na área do assinante

Num total de quinze votos da Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça, quatorze ministros votaram pela confirmação do afastamento do governador do Rio de Janeiro.

O resultado fala por si só.

O processo certamente contém acusações gravíssimas contra o ex-magistrado.

Votaram a favor da medida os ministros Benedito Gonçalves (relator), Francisco Falcão, Nancy Andrighi, Laurita Vaz, Maria Thereza de Assis Moura, Og Fernandes, Luis Felipe Salomão, Mauro Campbell, Raul Araújo, Isabel Galotti, Antônio Carlos Ferreira, Marco Buzzi, Sérgio Kukina e Humberto Martins.

O único a votar contra o afastamento na sessão foi o ministro Napoleão Nunes Maia Filho.

E a situação de Witzel deve ficar ainda pior.

A PGR está preparando uma nova denúncia contra o governador por organização criminosa.

Tudo indica que o seu destino está selado. Em breve terá um encontro com Sérgio Cabral.

da Redação
Ler comentários e comentar