assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

Justiça obriga site esquerdista acusado de fake news a apagar matérias

Ler na área do assinante

O site esquerdista “GGN” está sendo obrigado judicialmente a retirar uma série de reportagens consideradas difamatórias de seu portal.

A multa para o não cumprimento da determinação é de R$ 10 mil, por dia.

A decisão foi divulgada pelo juiz Leonardo Grandmasson Ferreira, da Justiça do Rio de Janeiro, no último dia 28.

Os jornalistas Luís Nassif e Patricia Faermann, responsáveis pelas supostas falsas informações, também foram processados.

Entre as publicações “falsas”, está uma reportagem afirmando que o banco BTG Pactual negociou uma carta de crédito de R$ 3 bilhões por R$ 370 milhões.

A decisão diz que o trabalho da imprensa não pode “causar danos à imagem de quem quer que seja”.

O juiz pontuou ainda que o site “transbordou os limites da liberdade de expressão”.

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários