Bolsonaro relembra o 2º ano do crime e manifesta sua gratidão pela vida (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Há exatos dois anos, o então candidato à presidência, Jair Bolsonaro, quase teve sua vida ceifada, durante campanha eleitoral na cidade de Juiz de Fora, Minas Gerais (MG), quando foi esfaqueado pelo militante Adélio Bispo.

O fato chocou o povo brasileiro e quase mudou o rumo da história do Brasil.

Até hoje não se sabe ao certo os detalhes por trás deste crime tão bárbaro.

Adélio Bispo está preso e teria “agido sozinho” e por motivo de “ódio”.

É difícil crer…

Evidências claras mostram que ele não agiu de maneira solitária.

Será que um dia saberemos a verdadeira história?

Em suas redes sociais, o presidente relembrou o fato e agradeceu a Deus, aos médicos e enfermeiros que o ajudaram.

"- OBRIGADO:
- Senhor pela minha vida.
- Dr. Borsato e profissionais de saúde da Santa Casa de Juiz de Fora.
- Dr. Macedo, dr. Leandro, médicos e enfermeiros do Hospital Albert Einstein;
- A todos que oraram por mim; e
- Ao meu Brasil por continuar livre e sendo a terra mais maravilhosa do mundo".

Afinal…

Quem mandou matar Jair Bolsonaro?

Confira:

Publicação de Jair Bolsonaro no Facebook
Publicação de Jair Bolsonaro no Facebook
da Redação

Comentários