assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

OAB do Paraná pode ser a primeira a romper com o Conselho Federal

Ler na área do assinante

Nesta quarta-feira (9) o Advogado de Curitiba, Pierre Lourenço, requereu junto ao Presidente da OAB Paraná, Cássio Telles, a convocação de uma sessão extraordinária do Conselho Estadual para que sejam discutidas as últimas denúncias relatadas pela imprensa que envolvem Felipe Santa Cruz, presidente nacional da OAB, e deliberassem o rompimento da OAB Paraná com o Conselho Federal, entregando-se todos os cargos diretivos e participação em comissões ocupados por advogados paranaenses.

O pedido de rompimento se baseia na delação do empresário Orlando Diniz que narrou um esquema de propina da Fecomércio favorecendo escritórios de advocacia, incluindo o escritório de Felipe Santa Cruz, bem como na denúncia feita por três diretores do Conselho Federal da OAB, que teriam narrado a tentativa de pagamento ilegal de um benefício de R$ 17 mil reais, por mês, a um ex-funcionário da OAB.

Afirmou o Advogado em sua petição que "... o presidente nacional da OAB está sendo investigado não somente por possíveis crimes praticados no passado quando era gestor da OAB/RJ (denúncia da CNN Brasil), como também será investigado por possíveis crimes praticados no corrente ano (denúncia do memorando da diretoria da OAB), sendo que se confirmada a prática dos crimes em ambos os casos o mesmo teria se valido da OAB para praticá-los."

Lembrou ainda o Advogado em sua petição que "... pela primeira vez na história da OAB temos um presidente nacional que foi parar nos assuntos mais comentados do Twitter com a #ForaSantaCruz, tendo ficado em 5º lugar na noite de terça-feira (08)", sendo isso desmoralizante para a classe dos Advogados que tem por princípios a ética, o decoro e dignidade da profissão.

Para reforçar seu requerimento o Advogado Pierre Lourenço juntou uma relação com 740 Advogados de todo o Brasil que afirmaram querer a cassação imediata de Felipe Santa Cruz, tendo a coleta dos nomes se iniciado no dia 26 de agosto nas redes sociais do Advogado, isso antes de sair a denúncia relatada pela CNN Brasil. Sendo fácil presumir que hoje a lista seria imensamente maior.

Finaliza o Advogado questionando se os Advogados paranaenses terão também que "... tolerar a possível prática de crimes do presidente nacional da OAB em prol da estabilidade da instituição?" Pertinente este questionamento, já que a cúpula da OAB tolerou vários outros arroubos de Santa Cruz, como ofensas coletivas a eleitores do Presidente da República e até ofensas a Advogados.

Com esse requerimento o presidente Cássio Telles e conselheiros estaduais da OAB/PR terão duas escolhas, ou eles decidem afundar juntos com Felipe Santa Cruz que está desmoralizado, ou então eles agarrarão essa grande oportunidade de resgatar a dignidade da OAB do Paraná e de todos os Advogados perante a sociedade.

A petição recebeu o número de protocolo: 108.271/2020

Confira:

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários