assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

Bancas de advogados repetiram na Oi o mesmo esquema da Fecomércio, suspeita o MPF

Ler na área do assinante

A farra dos grandes escritórios de advocacia, denunciados no esquema S, pode ter acontecido também na OI.

Pelo menos é essa a suspeita de procuradores da Lava Jato do Rio de Janeiro.

Na planilha que revelou a Fecomércio como principal cliente dessas bancas, a OI surge repetidamente como principal cliente desses mesmo escritórios.

A informação foi colhida pelo jornalista Cláudio Dantas, que assevera que “a tese é reforçada pela presença no esquema da Fecomércio do advogado Eurico Teles, então diretor jurídico da Oi – e que viria a assumir a presidência da companhia até o início deste ano”.

São cifras milionárias destinadas a "honorários".

Outro fato curioso, que pode ser fundamental para a elucidação do caso, é que o escritório do próprio Eurico Teles recebeu repasses de escritórios que firmaram contratos com a Oi, da qual era diretor.

Fonte: O Antagonista

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários