Só Poesias: Minhas cartas de amor.

Meu caminho é paixão e romantismo o seu exibição. Não... Não sei explicar nem busco explicação. Minhas cartas revelam o meu sonho de amor.

**Minhas cartas de amor.**

Tantas escritas

tantas coisas ditas.

Nem cheguei a entregar só escrevi.

Não... Você não entenderia o

que eu calei o que meu coração

gritara tentando te esquecer.

O teor das minhas cartas

revela o que não daria certo.

Você gosta de agitação, eu

prefiro dançar a dois

uma canção.

Meu caminho é paixão

e romantismo o seu exibição.

Não... Não sei explicar

nem busco explicação.

Minhas cartas revelam o

meu sonho de amor.

Recebi flores e juras, mas não

te sinto, vejo um buquê

de cantador.

Mandara-me

lindas mensagens, mas não

me passara verdade me vejo

o alvo de um caçador.

Amor não é isso, não sou pura

mas meu amor espero

o tempo que for.

Continuarei fazendo juras as minhas

cartas até o que sinto se for.

Quero ser mulher de alguém sem mistério...

Preciso de alguém que

me leve a sério.

*Marisa Torres*

**OUSADIA!**

“Gosto do toque forte da música!

Da força que existe por trás de uma letra; a sua história!

De gente que mete a cara e faz;

Que não tem medo, que encara as situações!

Gosto do quente, do frio... Não do morno!

Nem do mais ou menos!

Sou intensa!

De gente ousada, que se atreve sendo diferente,

Fazendo a diferença!

O olhar firme que atravessa a Alma e toca fundo o coração!

O abraço que fica no corpo, mesmo depois de soltar!

Gosto de quem questiona, duvida, que não aceita tudo de “primeira”

Isso revela inteligência!

Para depois despertar a Consciência da Força Interior, e perceber as capacidades adormecidas... É simplesmente FANTÁSTICO!

A isso eu chamo de OUSADIA!

E toda pessoa ousada é atrevida!

Mas, você sabia que a Vida também é atrevida e ousada?

É só olhar ao redor!”

* Gênice Suavi*

**Deixem-me...!**

Quero sonhar em rio de águas mansas...

Fechar os olhos serenar... Quero só sonhar...

Deixem-me...!

Quero compor esta solidão... Consagrar este silêncio e estar

Comigo mesma aqui neste pedaço de chão...

Não quero pensar no tempo... Na vida...

Sem vestir-me de nostalgia... Sussurrando

Delírios colados aos lábios qual fossem límpidas melodias...

Quero apenas sentir o vento na pele

Trazendo aromas de memórias muito antigas...

Com gosto doce de amores vividos... Jamais esquecidos!

*Celina Vasques*

**DEIXEI DE SONHAR**

Sonhos que deixei.

Deixei de vivenciar.

Sonhos que me tiraram o chão.

La fora o mundo passa.

Aqui dentro meu mundo parou.

Meus sonhos foram tirados de mim.

Vieram só de passagem.

Restou-me o fantasma da solidão.

Roubaram-me dos sonhos,

Minha forma de amar.

Roubaram-me nos sonhos,

O prazer de poder sonhar.

Em meus devaneios,

Desisti de sonhar.

Hoje olho pela janela,

A realidade que quer entrar;

E o mundo La fora quer me abraçar!

*A Flor de Lis*

**Tempestade**

Já fui vento,

fraquinho, quase nada

ninguém notava

nem mesmo eu

hoje sou tempestade

abastança de quereres

todos...

vibro intensamente em mim

dentro de mim

quase em ebolição

e assim vou seguindo

arrasando, buscando, querendo

tudo...

gritando, sentindo

uma explosão de sentimentos

de loucuras, de pensamentos

e quando tudo passar

vou me aquietar

sentir, deixar fluir

devagarinho, de mansinho...

vou ficar em mim

pousada em mim

tal como pássaro

depois da tempestade.

*Rosane Silveira*

*MARIA VAI COM AS OUTRAS*

Eu, se fosse Maria,

iria com as outras...

ao mercado, padaria,

ao cinema, sem problema...

Eu se fosse Maria,

faria desse dia,

um poema e usaria

como tema a dor suprema...

Eu se fosse Maria,

faria chuva ou garoa

e sairia à noite de boa

à passear com outra Maria...

Eu se fosse Maria,

mas eu não sou,

eu simplesmente

sou como as outras... vazias!

*Dorothy de Castro*

**Imperfeita!**

Solta

Louca!

Descubro

Cubro!

Arranco

O véu

Da hipocrisia

Sem euforia

Canto alegria

Em doces

Sussurros

Cantarolar!

Erro estrofes

Misturo todas

Mas pouco

Importa!

Não sei cantar!

Ando descalça

Prossigo

Andando

Rindo e chorando

Tem chuva e Sol

A iluminar!

*Marilene Azevedo*

**Caminhos**

Com quantos dedos posso riscar

as paredes do meu quarto

sem que nele fiquem marcados

os gritos fechados

nas cores do meu tecto?

Com quantos dedos posso marcar

as paredes do meu tecto

sem fiquem riscados

os gritos gritados

dentro do meu peito?

Ai surdez dos ouvidos tapados

dos sonhos cortados

a feitio pelo tempo.

Ai mudez da verdade

dos caminhos traçados

levados pelo vento.

*Maria Morais de Sa*

**Sinto sua falta_**

Sinto sua falta

e eu queria tanto, tanta coisa com você

garota.

Fecho os olhos e respiro fundo,

sento-me na areia depois de um longo caminhar.

Os meus pés estão com areias brancas

e o meu olhar está perdido no horizonte

onde te busco.

Deixo-me envolver pelo borbulhar das ondas

que vem até pertinho quase molha meus pés.

A música do vento e o canto do mar,

são minha canção preferida e minha mente

se perde no espaço em pensamentos...

Penso tanto em ti, percebo sentir falta

do teu carinho no meu rosto me afagando

a tristeza

do teu sorriso que ilumina o meu dia ...

Do teu olhar sempre, sempre provocante

do nosso abraço apertado apenas escutando

o coração pulsar...

E respiro fundo a paixão que o ar ainda não

absorveu por ser tão intenso, imenso.

E o meu coração em silêncio pede vem agora,

e mostra-me que das flores és a mais bela cor,

dos sonhos o meu não querer acordar,

e da distância a vontade de nunca nós separar.

Vem minha amada vestida de ilusões

esvoaçantes.

Me abrace forte e me deite em você, deixa-me

ficar guardado em ti.

Sussurrarei em meio a um sorriso o que tenho

a lhe dizer...

Que sem você, eu não sei o que é viver... Não sei!

*Joe Luigi*

O que é Felicidade?

Felicidade...

É acordar e ver o sol

Sorrir com o arco-íris

Desenhar na areia um sorriso

Em forma de Caracol.

Felicidade...

É abraçar um amigo

Acariciar uma flor

É tomar banho de chuva

Em dia de muito calor.

Ah !Felicidade...

É dançar fora de hora

É cantar, desafinado que seja

É ganhar um chocolate

De alguém que nos adora.

Felicidade...

É acreditar sempre na vitória

Folhear álbuns antigos,

E se emocionar com cada imagem

Da nossa própria história.

Ah! Felicidade...

É reconhecer que a vida

É o mais valioso presente,

Laços de todas as cores

A envolver a vida da gente.

E Cada dia é um milagre

Cada manhã uma nova semente

E o que vale à pena mesmo

É amar a vida... Simplesmente!

*Sirlei L. Passolongo*

**Em quem pensar agora senão em ti?**

quem mais querer agora senão tu?

Tu que mudaste a minha forma de pensar

de olhar o mundo

que trouxeste dia às minhas noites

Tu que me abriste os olhos para a paixão

adormecida há tantos anos

Quem mais querer que não tu agora

a segurar-me as mãos

a dizer_me que tudo está bem

a desenhar-me rios por entre a pele

a abrir-me madrugadas

Quem mais que não tu a florir-me os olhos

e a voar na minha boca

como se tivesses asas?

Quem mais senão tu a ocupares-me a mente

Quem mais senão tu a seres a fonte

de todas as palavras?

Que cheiro a hibisco é esse

que cheiro bravo e esquivo

que adentra as narinas

como se fosse primavera a todas as horas?!

Queria que estivesses aqui

para juntos desbravarmos rios

e escutarmos todas as músicas

que cantam dentro de nós!

*são reis*

**Há um rasto teu em cada neblina**

que veste a noite

um vento que acelera a saudade

desse coração em que persisto

guardar-te

um abismo longe demais

para me jogar

e um desmesurado perigo

que sempre anda comigo

tanto como anda a tua sombra

lado a lado com os meus olhos

Há uma escada por onde não ouso subir

e logo vens tu lembrar-me de tempos idos

em que os sorrisos ainda existiam

e as palavras amigas eram ainda uma constante

Agora nada mais me recorda a tua presença!

Só esse coração turvo

que os dedos insistem em riscar no vidro

sempre que chove

sempre que o nevoeiro tolda a noite

e vem um manto quase branco

lembrar-me que quase deixei tudo

por quem nunca me mereceu

Há distância !

e a rendição de quem já nada espera!

*são reis*

**Talvez….**

Quero viver na capacidade de sentir

me comover diante de poder sonhar

Cabe em meu coração um sorriso

sincero e triste

Das lágrimas com expectativa da

despedida .

Ou ficar talvez por toda uma vida

no sabor, com cheiro da paixão.

Com arremesso no olhar.

poema a embalar um coração

no despertar delirante nas ilusões

Navegar no olhar no ar no mar

das minhas vontades de amar.

Realizar cada instante do calor

dentro do amor

Que eu possa chorar menos de

tristeza e mais de contentamento.

Perceber a dor através do sorriso .

O amor no avesso da alma .

A mágoa por trás do silêncio

viver de emoção na imaginação .

No tempo certo sem partida nos

minutos da saudade

* Poetisa Sandra Pires*

**VIAGEM**

Nem uma estrela à vista

No céu de negro pintado

Só um pedaço de lua

Em quarto minguante…

A velha estrada alcatroado

É a única pista

Pelos faróis iluminada

As sombras da vegetação

Pintura de artista

Magia de ilusionista

Tudo bem camuflado…

…Um pouco mais adiante

Avista-se um povoado…

Os candeeiros da rua

Aumentam a visibilidade

Senti-me na cidade

Por um breve instante…

…Logo!…Logo mais à frente

Um pinhal e um montado

Tudo bem sinalizado…

E de novo… a nocturna escuridão

Olhos na estrada…Concentrados…

…Os perigos são constantes

E limitada a visão!...

…Aproxima-se a chegada

Abranda-se a condução…

Viagem terminada!...

…Sem nenhuma precaução

Eis a minha terra amada!

Olho-a com emoção

Minha raiz!...

Meu mundo

Aldeia onde fui criada

Que não esqueço um segundo

Meu pedaço de coração

Lugar onde sou feliz

*Conceição carraça*

**ESSA DISTÂNCIA**

De que adianta

Essa distância física,

Se nossas almas não se separam.

Eu amo tanto, você não sabe quanto.

Você está em mim

Eu em você.

Então por que

Tem que ser assim?

Quer saber

O que vai acontecer...

Estou em paz

Amo-te com alegria

E essa alegria vem de você,

Que consegue entender minha vida,

E sabe o meu querer.

Penso em você, noite e dia.

O tempo vai dizer...

A vontade de querer e não ter,

Não faz bem.

É preciso saber amar.

É necessário entender que a vida quis assim,

A distância não separa,

Dois corações tatuados.

*Rubens Corazza*

**TE ESPERO AMOR**

Dia após dia te espero amor!

Do sonho a realidade

imaginação em pensamentos

Na multidão eu passo nem

me apercebo que juntos

não estamos!

Só o meu pensamento

voa em direcção a ti!

Teu nome ao olhar o céu

estrelas, lua cada vez

Mais encanto me leva a ti

Afinidades temos juntos

seremos um só!

Te espero a todo momento

teu sorriso meigo!

Sempre em minha alma

põem magia!

Cada dia que passa

instantes de ternura

nos teus braços quero viver!

Te espero dia após dia!

*AUTORA:CARMEM MARQUES*

"As pessoas que se gostam são aquelas que raramente se falam,

mas é como se falassem todos os dias.

E quando falam todos os dias é como se falassem raramente"

[Juscelino V. Mendes]

*MUNDO DA POESIA*

BLOG MARIA CATHERINE RABELLO

TODAS  AS EDIÇÕES:

http://www.jornaldacidadeonline.com.br/blogs/17/maria-catherine-rabello

Maria Catherine Rabello

Pernambucana, amante da poesia. “Amo minha vida e todos que fazem parte do meu mundo. Poesias são sonhos vividos, lembrados ou desejados. Poesia acalenta a alma e o coração. Sonhar é viver, viver feliz! Amo poesias, poesias de amor sempre! Sou sonhadora e feliz. Meus rabiscos são meus segredos, meu baú de sentimentos. Apresento lindas poesias de muitos corações iguais ao meu. Amar sempre!

Mais de Maria Catherine Rabello

Comentários

Mais em Mundo da Poesia