assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

AGU prepara recurso e deve impor derrota desmoralizante a Celso de Mello

Ler na área do assinante

A questão do depoimento presencial do presidente Jair Bolsonaro deve ser levada à votação no plenário do STF.

Nesse sentido a Advocacia Geral da União (AGU) está preparando um recurso denominado Agravo de Instrumento.

Não há razão para que o depoimento de Bolsonaro seja presencial, e que o presidente seja submetido a questionamentos advindos dos advogados do ex-ministro Sérgio Moro, como determinou Celso de Mello.

É clara tentativa de constranger a autoridade máxima da nação.

A votação desse agravo em plenário será um excelente teste para medir a temperatura em que se encontra o Supremo Tribunal Federal.

Vale lembrar que nas duas investigações sofridas por Michel Temer, no curso de seu mandato, os depoimentos foram prestados por escrito.

Ou seja, há um precedente recentíssimo.

Prevalecendo o recurso da AGU, marca a aposentadoria de Celso de Mello com uma derrota desmoralizante, por conta de sua insana perseguição ao homem escolhido pelo povo brasileiro para conduzir os destinos do país.

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários