assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

O deputado petista, ex-presidente da Câmara, e as propinas da Odebrecht em um quarto de hotel

Ler na área do assinante

Entre 2008 e 2014, o deputado federal e ex-presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia, do PT, teria recebido da Construtora Odebrecht, a bagatela de R$ 8,7 milhões, em propina.

Chinaglia foi indiciado pela Polícia Federal, por corrupção e lavagem de dinheiro.

Ele teria recebido o dinheiro ilícito para viabilizar a contratação da Odebrecht para tocar obras nas hidrelétricas de Santo Antônio, em Rondônia.

A PF assevera que a propina foi paga em 36 parcelas em um quarto de hotel em São Paulo.

Os pagamentos ao petista nas planilhas da construtora, estavam vinculados ao codinome "Grisalho"

Um relatório da PF afirma ainda que o ex-deputado Eduardo Cunha teria intermediado a solicitação de propina do petista.

Isso é o PT.

Fonte: Revista Crusoé

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários