assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

“Flagrante” em Eduardo Paes

Ler na área do assinante

O ex-prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes é um ‘santo’. O menino sempre se envolve em enrascadas, mas nunca sabe de nada.

Não é à toa que manteve uma relação bem próxima ao ex-presidente Lula, a ponto de criticá-lo pelo “sitiozinho vagabundo”, em Atibaia.

Pleiteando retornar a prefeitura, Paes aparece em registros na portaria do ex-pró-reitor da Universidade Iguaçu, José Carlos de Melo.

Melo encontra-se preso após ter sido delatado como intermediário de contratos com o governo do Rio que teriam envolvido propina. É tido como o "homem do dinheiro" de Witzel.

Paes aparece em imagens de 30 de março das câmeras de segurança do condomínio.

Questionado sobre a visita, o ex-prefeito já tinha uma ‘desculpa’ na ponta da língua:

"Fui convidado a conhecer o pró-reitor da Unig. Nunca tinha visto ele na vida. Nem vi depois".

Só não disse qual o interesse que tinha nessa 'amizade'.

Coincidentemente, Nilton Caldeira, vice de Paes na atual candidatura, também foi flagrado fazendo a mesma ‘visitinha’.

Ele esteve lá três dias antes. Disse que não se lembra e que não tem qualquer relação com Melo. "Se encontrasse na rua, não reconheceria".

Quem acredita?

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários