assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

Quem são os militares golpistas a que Mônica Bergamo se refere

Ler na área do assinante

O tirano Nicolas Maduro se mantém no poder na Venezuela porque tem o apoio de Exército e o controle do Poder Judiciário.

Era esse o objetivo do PT, no Brasil.

Neste sábado (12), uma postagem da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, parece tentar passar recibo de que alguma tramoia está em andamento envolvendo a ‘ala vermelha’ das Forças Armadas brasileiras.

Sim, essa ala existe.

Na realidade, o PT, da mesma forma que nomeou juízes, desembargadores e ministros, também promoveu inúmeros generais.

Pois bem, eis a o que disse Bergamo:

“Vamos imaginar: Bolsonaro eleito por mais de 50 milhões (fato). Vem o golpe MILITAR. Golpe em curso. Ele diz "não vou renunciar. Do Planalto saio morto". Os militares jogam bombas no palácio. Ele morre. Os golpistas tomam o poder. Foi o que aconteceu no Chile. Quem aplaude?”

Confira:

Porém, analisando o quadro com mais profundidade, tudo parece mais uma alucinação desta ‘jornalista’. Um completo devaneio. Parece que bateu saudade da época em que sua turma ganhava muito dinheiro.

Além disso, eles estão em desespero ante a real possibilidade de mais um mandato para Bolsonaro.

Esse desespero doravante só vai aumentar.

Por isso, de qualquer forma, todo cuidado é necessário.

Gonçalo Mendes Neto. Jornalista.

assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários