assinante_desktop_cabecalho

Em declínio fulminante e irreversível, PT na eleição está em 'xeque': A conta chegou...

Ler na área do assinante

Nos últimos 8 anos a trajetória do PT está em declínio.

Apesar de ainda ser o partido campeão de faturamento com dinheiro público do fundo partidário, o desempenho em eleições vem sofrendo uma queda desde 2012, quando elegeu 630 prefeitos.

Porém, com a instauração da Lava Jato e o Impeachment de Dilma, já em 2016 esse número caiu para 256.

Atualmente, o PT não administra nenhuma das 100 maiores cidades do país, e tem chances reduzidas de conquistar prefeituras nas capitais, este ano.

Conforme pesquisas sobre intenções de votos, os candidatos do partido não apresentam bom desempenho nem mesmo nos estados em que governa: Bahia, Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte.

O PT de Lula, que após tantos escândalos acabou se tornando sinônimo de corrupção, corre o risco de sair das eleições de 2020 como um partido nanico, longe da magnitude que mostrou em tempos passados.

A corrupção tem seu preço.

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar