Joaquim Barbosa: "política no Brasil se tornou uma coisa desagradável"

O ex-presidente do STF recebeu o título de Doutor Honoris Causa da Universidade de Hebraica

Citado como um possível candidato à Presidência, o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa disse: "Nada em vida pública me encanta mais"; em Israel para receber o título de doutor honoris Causa da Universidade Hebraica de Jerusalém, uma das 100 melhores do mundo, ele disse que "política no Brasil se tornou uma coisa desagradável"

Para ele, que se tornou célebre com o julgamento do mensalão, o país "aprendeu muito" com o escândalo.

Questionado sobre eventual punição de presidente da República, Barbosa afirmou: "Até agora, pelo que eu sei, não há nada que envolva a atual presidente".

Em uma crítica ao PT, disse que o partido não é mais de metalúrgicos. "As pessoas entram no poder, gostam disso e não querem largar mais."

Ele recebeu o título junto com o ex-presidente de Israel Shimon Peres, o ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Frank Steinmeier, e o presidente do Museu do Holocausto, Avner Shalev.

Várias personalidades já receberam o mesmo título: o ex-presidente Bill Clinton, o filósofo Jean Paul Sartre e o atual presidente do Parlamento Europeu Martin Shulz.

da Redação

Comentários