assinante_desktop_cabecalho

Envelhecer sem amadurecer é garantia de uma vida perdida. É fruto sem sabor... (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

A atleta Carol Solberg, jogadora de vôlei de praia, ao ganhar a medalha de bronze na primeira etapa do Circuito Brasileiro, disputado em Saquarema (RJ), aproveitou o momento de visibilidade e gritou: “fora Bolsonaro” ao vivo no canal SporTV.

Confira:

Quando vi a notícia, pensei tratar-se de uma adolescente, pois, é comum ao adolescente períodos de rebeldia, revoltar-se contra autoridades, sistemas, etc. Este seria um bom momento para aparecer.

Mas, percebi tratar-se de uma mulher de 33 anos, cuja expressão denunciava um prazer vingativo, ao dizer as palavras: “Fora Bolsonaro”. Adolescência tardia?

Atleta financiada pelo governo que ela quer ver fora? Que imprudência!

Deixa passar batido. Estamos numa democracia! O que é um “fora Bolsonaro” quando querem a sua morte? Querem a sua cara ralada no asfalto? Quando sua cabeça está rolando em formato de bola de futebol?

Bom, até que daria para relevar o ato inconsequente da moça. Mas, o que dizer quando o Brasil descobre que a ilustre desconhecida Carol é filha de Isabel, uma ex-jogadora de vôlei conhecida e reconhecida? Quando essa mulher grava um vídeo no dia do seu aniversário de 60 anos, e repete as mesmas palavras da filha, pedindo “fora Bolsonaro." Ignora que os mais de 57 milhões de eleitores do presidente, eram provavelmente, também seus fãs nos tempos áureos.

Comemora a sua entrada na meia idade com um ato de rebeldia. Demonstra sarcasmo e uma alegria vingativa, planejada cuidadosamente para deixar claro a ideologia petista. E que ridícula aquela placa de rua, plantada na estante, com o nome Marielle Franco!?

Lamento por Carol, por Isabel, e, por todas as gerações contaminadas pela “educação” esquerdista. Pessoas geradas num berço sem limites, sem regras, sem lei. Só conhecem as regras do jogo. Foram treinadas e não educadas. No jogo da vida são perdedoras. No jogo político são amadoras. Aprenderam a respeitar um só lado. Não aceitam adversários.

Não aprenderam a respeitar o adversário quando ganha. Desqualificam-no quando deveriam preparar-se para vencê-lo no próximo "SET." Posicionam-se do lado do juiz que rouba em seu favor. Nunca conhecerão (na política) o verdadeiro sabor da vitória suada e justa. Colaboram para que seus antigos representantes continuem com os roubos e abusos. Políticos que ainda mantém seus militantes e fiéis massas de manobra.

Isabel diz uma frase que merece reflexão:

“Com 60 anos a gente tem mais liberdade para falar o que a gente pensa...”

Aqui tem um ato falho: Só agora sente a liberdade para falar o que pensa? E escolheu confessar para o mundo o quanto o Bolsonaro lhe incomoda? Por que será?

Não por acaso. Bolsonaro representa o LIMITE que a esquerda nunca teve. Representa a LEI que nunca foi respeitada. Representa a DEMOCRACIA que suporta os absurdos que a oposição faz em nome da liberdade de expressão.

O valor mais desejado hoje em dia é a visibilidade. Izabel e sua filha Carol são só mais duas almas esquecidas que ganharam os holofotes da vez. Sua alegria é vã e passageira porque está fundamentada na queda de uma pessoa, que é considerada por mais da metade da população, e, goste ou não, é a maior autoridade da nação.

A verdadeira alegria Isabel, está em envelhecer com aceitação e maturidade. Aceitar o presidente eleito e honrar os seus apoiadores já um bom começo.

Fazer 60 anos com essa imaturidade é desconcertante.

Envelhecer sem amadurecer é garantia de uma vida perdida. É fruto sem sabor.

Ah, antes que eu me esqueça:

O desejo seu e de sua filha, vai se realizar!

O “fora Bolsonaro” foi aceito pela maioria dos eleitores,

E ELE ESTARÁ FORA EM 2026!

Veja o vídeo:

Fortaleça o jornalismo independente do Jornal da Cidade Online.

Faça agora a sua assinatura e tenha acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Bernadete Freire Campos

Psicóloga com Experiência de mais de 30 anos na prática de Psicologia Clinica, com especialidades em psicopedagogia, Avaliação Psicológica, Programação Neurolinguística; Hipnose Clínica; Hipnose Hospitalar ; Hipnose Estratégica; Hipnose Educativa ; Hipnose Ericksoniana; Regressão, etc. Destaque para hipnose para vestibulares e concursos.

assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários