assinante_desktop_cabecalho

Vice-governador e presidente da Alerj envolvidos no esquema de propina (?)... Quem sucederá Witzel?

Ler na área do assinante

Trágica a situação no Rio de Janeiro.

Em sua delação premiada o ex-secretário de saúde Edmar Santos afirmou textualmente que o petista André Ceciliano (presidente da Alerj) e o vice-governador Cláudio Castro seriam os beneficiários de um esquema de propina com um dinheiro que doado pelo legislativo para o combate a pandemia.

Parte da doação de R$ 100 milhões, segundo o delator, seria desviada num esquema de transferência de valores para prefeituras do interior.

“Toda a movimentação de recursos seria estruturada em cima de excedentes dos duodécimos da Alerj — valor transferido pelo Tesouro Estadual para o custeio do órgão. Diante das dificuldades de caixa do Executivo, a Assembleia propôs doar as sobras. Mas, agora, o ex-secretário de Saúde alega ter sido uma manobra para beneficiar o esquema de desvio de verbas da Saúde durante a pandemia.”

Por isso que em junho a Operação Tris in Idem da Polícia Federal, cumpriu mandados de busca e apreensão nas residências do vice-governador e do presidente da Alerj.

Cláudio Castro é o governador em exercício. André Ceciliano é o próximo na ordem de sucessão.

Que situação.

Parece ser caso de intervenção federal.

Fortaleça o jornalismo independente do Jornal da Cidade Online.

Faça agora a sua assinatura e tenha acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários