assinante_desktop_cabecalho

A escolha de Trump para a Suprema Corte americana e o reflexo no nome que Bolsonaro indicará para o STF

Ler na área do assinante

O lado bom de Donald Trump ter anunciado a nomeação de uma conservadora para a Suprema Corte (já chamada pela mídia de “ultra-conservadora”, de “extrema-direita”, e outros superlativos similares) é que imporá a Jair Bolsonaro meio que um “padrão” de comportamento, que a militância aqui no Brasil (e o próprio entorno do Presidente) terá que seguir.

Se EUA e Brasil hoje em dia fazem a aliança mais importante do Ocidente, Bolsonaro terá que repetir o ato de Trump aqui, já que trabalham em conjunto, ou com linhas de ações parecidas ideologicamente.

Portanto, nada de indicar alguém “meia-boca” a partir do próximo dia 13.

Terá que ser um jurista conservador.

Façam suas apostas.

Fortaleça o jornalismo independente do Jornal da Cidade Online.

Faça agora a sua assinatura e tenha acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários