assinante_desktop_cabecalho

Mesmo com patrimônio acima de R$ 1 milhão, 298 candidatos são flagrados recebendo auxílio emergencial

Ler na área do assinante

Um levantamento realizado detectou que 298 candidatos a vereador, vice-prefeito e prefeito estão recebendo o auxílio emergencial, embora tenham patrimônio acima de R$ 1 milhão, conforme declararam à Justiça Eleitoral.

Entre esses candidatos, há inclusive um dono de shopping e de escritório de advocacia.

O auxílio emergencial é um programa criado pelo governo federal para reduzir os impactos da pandemia de coronavírus na economia e é destinado a trabalhadores sem carteira assinada e desempregados.

Para ter direito ao auxílio, era necessário que a família tivesse renda mensal total de até três salários mínimos ou de até meio salário mínimo por pessoa, e rendimentos tributáveis de até R$ 28.559,70.

O levantamento identificou 254 candidatos a vereador, 25 a vice-prefeito e 19 a prefeito que declararam patrimônio acima de R$ 1 milhão e mesmo assim requisitaram o auxílio e receberam o dinheiro.

Dentre eles, 15 disseram ter mais de R$ 15 milhões de patrimônio.

Fica o questionamento: qual a credibilidade de candidatos que, mesmo declarando um patrimônio tão alto, tão acima da realidade dos trabalhadores que sofrem com o desemprego nesta pandemia, ainda acham que merecem o auxílio emergencial de R$ 600,00.

Isso não é a mais descarada ganância e falta de escrúpulos?

Fortaleça o jornalismo independente do Jornal da Cidade Online.

Faça agora a sua assinatura e tenha acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: O Globo

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários