Paes ou Paz - O que escolher para o Rio de Janeiro?

Há duas coisas infinitas: O universo e a estupidez dos homens (Albert Einstein)

As palavras do prefeito de Atibaia sintetizam a insatisfação e o repúdio claro a postura do prefeito do Rio de Janeiro, que em conversas gravadas, falou de maneira covarde, irresponsável, contra as populações de algumas cidades do seu Estado.

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, lamentou o vazamento de uma conversa no telefone com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Na noite desta quarta-feira, a Operação Lava Jato divulgou áudios obtidos após a quebra de sigilo telefônico de Lula, inclusive nesta manhã, quando ele conversou com a presidenta Dilma Rousseff antes de ser anunciado como ministro da Casa Civil.
Na conversa, Paes cita o governador Luiz Fernando Pezão, a presidenta Dilma Rousseff e o ex-governador do Rio, Sérgio Cabral. Em relação ao sítio em Atibaia ligado a Lula, ele pede para petista "deixar de ter alma de pobre". "Imagina se esse sítio fosse aqui no Rio, não é em Petrópolis, não é em Itaipava. É como se fosse em Maricá", disse o prefeito. Enquanto isso, Lula apenas dá risada. Eduardo Paes chama a cidade, "uma merda de lugar", ora, qual motivação tem o prefeito de falar de forma leviana, irresponsável, contra uma população que se vê desrespeitada por um agente público, que deveria mostrar equilíbrio, ética e respeito àqueles que fazem a população do Rio de Janeiro?
Fica o repúdio ao prefeito do Rio de Janeiro, que depois foi a público desculpar-se quando afirmou:
"Eu não acho isso de Maricá e nem de lugar nenhum. Foi uma brincadeira de mau gosto", falou Paes, que disse que ligado para pedir desculpas para o prefeito de Maricá, Washington Quaquá, e a toda a população da cidade.
"Meu erro foi uma tentativa de fazer uma brincadeira de enorme mau gosto e criar constrangimento. Me arrependo, me envergonho, peço desculpas." Na escuta, ele também diz que as cidades de São Pedro da Aldeia e Araruama não são o mesmo que Angra dos Reis e Búzios.
Não se pode lançar remendo novo em pano velho, um conselho ao prefeito Eduaro Paes, seria, manter o equilíbrio de sua fala, sem afrontar pessoas inocentes, gente do povo, afinal, as urnas podem derrubá-lo, e ele certamente sentirá falta daqueles que ele, livremente, banalizou, repudiou e zombou para satisfação e deleite de Lula.
Acho que palavras ferem, machucam, como ele (o prefeito Eduardo Paes), existem muitos que zombam da população e mesmo vindo a público penitenciar-se de seu ato, claro, que a população, não considera o caso encerrado, as urnas dirão isto. Não é questão de vingança, mas, pra quê, Eduardo Paes, difamou a população de duas cidades de forma tão injusta? Eles não merecem qualquer afronta. Se para parecer solidário a Lula ele tem que ofender, uma sugestão seria, assumidamente renunciar ao seu mandato, afinal, se o senhor é contra a população do Rio de Janeiro, será que sua postura desrespeitosa a uma população, o credencia ao voto destes mesmos eleitores?
Pense bem, a palavra dura, suscita a ira, mas a resposta branda desvia o furor. Saiba ser sábio e não tolo, seja sincero com a população, mas não tente levar vantagem sobre pessoas simples, oprimidas pelo descaso de suas palavras.
Acho que o prefeito de Atibaia conhece melhor a sua administração, e sobre o seu futuro político, diria, que parte dele, pode estar caminhando para um final não desejado, talvez a derrota nas urnas, e mesmo que por acaso, o senhor alcance um novo mandato, saiba que a população do país, não só do Estado do Rio de Janeiro, observam sua conduta. Mantenha sua postura como prefeito, sem ofensas, é melhor para o senhor, é melhor para o Brasil.


Pio Barbosa Neto

Professor, escritor, poeta, roteirista

                                           https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online.

Pio Barbosa Neto

Articulista. Consultor legislativo da Assembleia Legislativa do Ceará

Siga-nos no Twitter!

Mais de Pio Barbosa Neto

Comentários

Notícias relacionadas