Usuário do metrô ejaculou em jornalista durante viagem

O relato da jornalista mostra a situação absurda pela qual passam as mulheres no transporte público

Um relato da repórter Caroline Apple, do portal R7, mostra a situação absurda pela qual passam milhares de mulheres nos transportes e vias públicas do Brasil. 

Ela, na semana passada, foi vítima de um maníaco que se masturbou e ejaculou em sua calça dentro de um vagão do metrô.

No relato, Caroline afirma que estava na estação Brás, sentido Corinthians-Itaquera, por volta das 19h30. Segundo ela, no momento em que a porta abriu e várias pessoas entraram e saíram, o homem em questão aproveitou para se masturbar e, no trecho entre Brás e Bresser-Mooca, ejaculou na parte de trás de calça da repórter.

“Chamei um funcionário do Metrô e aí que tudo ficou ainda mais estranho. Ele me acompanhou, procurando o tal homem que eu sabia que tinha embarcado no vagão do lado. Enquanto isso, ele me dizia que não tinha o que fazer. Que eu deveria ter gritado, feito alguma coisa e que se tivesse me manifestado os próprios passageiros ajudariam”, escreveu Caroline.

O caso é mais um de violência sexual que assusta vindo do metrô paulistano. Ainda neste ano uma mulher foi estuprada dentro da estação República, que também fica na Linha 3, e as autoridades “comemoraram” o fato de, no episódio, o caixa da estação de recarga do Bilhete Único não ter sido roubado. Em 2014 foram registrados diversos casos de homens linchados após se masturbarem dentro do trem.

Portal no qual Caroline trabalha, o R7 entrou em contato com o Metrô que, em nota, declarou que a repórter agiu corretamente e explicou que a afirmação de que “nada poderia ser feito” é “totalmente contrária à orientação de amparar as vítimas e auxiliá-las para a realização de um BO”.

Fonte: "Yahoo"

da Redação

Comentários