assinante_desktop_cabecalho

Impossibilitado de tomar vacina, Mujica vai deixar a política

Ler na área do assinante

O ex-presidente do Uruguai José "Pepe" Mujica (2010-2015) anunciou sua retirada definitiva da política do país.

Em razão de uma doença imunológica crônica ele não poderá tomar a vacina contra o novo coronavírus (Sars-CoV-2) quando esta for disponibilizada.

Assim, ele cumprirá seu mandato atual de senador até o fim, mas depois irá se aposentar.

"Eu amo a política e não queria ir, mas amo ainda mais a vida. Preciso administrar bem os minutos que me restam", disse Mujica ao deixar o seu local de votação das eleições regionais uruguaias, nesta segunda-feira (28).

E acrescentou:

"É claro que a política obriga a ter relações sociais e tenho que me cuidar, não posso ir de um lado para outro por causa da pandemia e isso seria algo ruim para um senador."

No poder, Mujica acabou ficando conhecido mundialmente por sua postura e vida simples - até hoje, ele se locomove com um velho fusca azul, exatamente o avesso de seu amigo Lula.

Fortaleça o jornalismo independente do Jornal da Cidade Online.

Faça agora a sua assinatura e tenha acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários