assinante_desktop_cabecalho

Capitão da PM baiana vence batalha contra Rui Costa e é novamente nomeado para cargo no governo federal

Ler na área do assinante

O governador Rui Costa foi acusado de perseguição a um capitão da PM baiana nomeado para um cargo de relevância no governo federal.

André Porciúncula Alay Esteves, que teve sua nomeação para o cargo de Secretário Nacional de Fomento à Cultura publicada no Diário Oficial da União no dia 7 de agosto, acabou não tomando posse naquela oportunidade, pois o governo baiano não efetuou a sua cedência para o governo federal.

Assim, uma semana após a nomeação, portaria publicada pelo ministro chefe da Casa Civil Braga Netto tornou sem efeito o ato.

O capitão não desistiu e, nesse sentido, recebeu todo o apoio do Secretário Nacional de Cultura, Mario Frias.

Com a negativa da “cedência”, André Porciuncula entrou com pedido de “afastamento” da PM baiana. Logrou êxito e o pedido foi deferido.

Desta forma, os “problemas burocráticos” foram sanados e Porciúncula foi novamente nomeado para o cargo.

Ganha a Bahia... Perde o governador Rui Costa.

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários