assinante_desktop_cabecalho

Ateus tentam barrar Museu da Bíblia, e sofrem derrota na Justiça

Ler na área do assinante

A Justiça do Distrito Federal negou o pedido da Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos para suspender a construção do Museu da Bíblia.

A decisão é do Juiz Paulo Afonso Cavichioli Carmona, da 7ª Vara de Fazenda Pública de Brasília.

Segundo o magistrado, a Bíblia ainda é considerada patrimônio histórico da humanidade e o museu não será um templo.

O juiz concluiu falando sobre a laicidade do estudo, explicando que não é motivo para excluir o reflexo cultural do livro mais influente do Brasil.

Viva a liberdade religiosa!

Fortaleça o jornalismo independente do Jornal da Cidade Online.

Faça agora a sua assinatura e tenha acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar