assinante_desktop_cabecalho

Joice declara bens irregularmente e põe o mandato em risco

Ler na área do assinante

Informações dão conta de que a candidata à Prefeitura de São Paulo e deputada federal, Joice Hasselmann, declarou irregularmente seus bens à Justiça Eleitoral quando se elegeu em 2018.

Naquele ano, Joice não enviou a declaração de bens ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A então candidata declarou que não possuia patrimônio.

Porém, sua declaração de Imposto de Renda indicava bens equivalentes a R$ 89.980 em 2017.

Posteriormente seu advogado encaminhou uma retificação ao TRE, informando que a candidata teria bens avaliados em R$ 1,05 milhão.

A informação, no entanto, não foi registrada no CANDex, o sistema eletrônico de registro obrigatório de candidatura, criado pelo TSE para dar publicidade às declarações de bens.

Sem o preenchimento obrigatório da informação, um documento emitido pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) reafirmou que Joice "declara não possuir bens".

Segundo o TRE "não houve a falha apontada".

A ausência do registro do documento no sistema oficial, que é obrigatório, e valores divergentes de patrimônio podem render processo na Justiça, levando inclusive à perda de mandato e até detenção em caso de condenação.

Fortaleça o jornalismo independente do Jornal da Cidade Online.

Faça agora a sua assinatura e tenha acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: Uol

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários