assinante_desktop_cabecalho

O lixo que a esquerda espalha pelo mundo: A nova campanha mentirosa contra Brasil

Ler na área do assinante

Esse texto circula pelas redes, principalmente no WhatsApp e é enviado aleatoriamente, sem qualquer controle.

Nem o apócrifo Sleeping Giants ou o vigilante ministro do Supremo, Alexandre de Morais e seus colegas de toga se preocupam em verificar e impedir a divulgação.

Leia com atenção, desde o titulo absurdo e canalha até o conteúdo cheio de acusações preconceituosas e mentirosas que atacam não apenas o presidente da república, como também a imagem de nosso país lá fora.

Confira:

"No próximo dia 11 de outubro acontecerá a terceira edição do STOP BOLSONARO MUNDIAL. O evento é organizado por um grupo de ativistas, formado por coletivos de brasileiras, brasileiros e de outras nacionalidades, residentes no Brasil e no exterior. O STOP BOLSONARO MUNDIAL se tornou um movimento permanente no combate à destruição da nação brasileira, promovida por um governo fascista, genocida e ecocida, composto por milicianos da máfia carioca e falsos cristãos neopentecostais.
O movimento STOP BOLSONARO MUNDIAL vem, desde junho deste ano, denunciando as atrocidades cometidas por uma gestão voltada aos interesses da elite, dos bancos e dos ricos. Para favorecer o agronegócio, o governo incentiva a destruição do meio ambiente e é negligente quanto às ações de combate aos incêndios florestais, muitos deles criminosos, que têm atingido a Amazônia, o Pantanal e o Cerrado. Bolsonaro mente quando fala em aparições na ONU e ainda ignora os alertas e apelos de ambientalistas internacionais. A devastação promovida por Bolsonaro e sua cúpula é sem precedentes na história do Brasil e no mundo.
O avanço da pandemia e a falta de políticas públicas de proteção sanitária e da cidadania, a insegurança alimentar vivida pelo povo, a alta dos preços dos alimentos, o desemprego e o congelamento dos salários, colocaram o Brasil no mapa da FOME mais uma vez! A fome e a miséria voltam a fazer parte do cotidiano brasileiro. Além disso, o negacionismo em relação à Covid-19 faz o número de vítimas aumentar, especialmente entre a população mais vulnerável, moradores da periferia, de zonas rurais e as populações originárias, que lutam também para salvar seus territórios das queimadas.
O projeto de venda do Brasil ao capital estrangeiro, liderado pelo Ministro da Economia, Paulo Guedes, segue a passos largos, colocando o país numa situação de total submissão, de dependência econômica e de empobrecimento da nação. Os acordos escusos feitos com os Estados Unidos deixam claro o caráter entreguista desse governo e a falta de compromisso com a soberania nacional.
A Jornada do STOP BOLSONARO MUNDIAL terá , no dia 11 de outubro, presença nas ruas e nas redes. Os atos presenciais ocorrerão em dezenas de cidades, do Brasil e do mundo. O evento virtual começa às 8hs da manhã e vai até 8hs da noite (horários de Brasília) e contará com debates e entrevistas que abordarão temas como as eleições norte-americanas e os possíveis reflexos no Brasil, o Meio Ambiente e as Eleições Municipais. A programação será exibida nas mídias sociais do Stop Bolsonaro e também nas diversas redes de parceiros (Frente Internacional- FIBRA e IAM- Inteligência Acima da Mídia).
Não podemos assistir à tal situação de braços cruzados. Nossa atuação é urgente! A luta continua e precisamos de todas e todos. STOP Bolsonaro - FORA BOLSONARO!"

São os esquerdopatas, lulopetralhas e toda ordem de pessoas com sério desvio de caráter, que insistem em destruir e dividir uma nação, dentro e fora das fronteiras em busca do poder a qualquer custo.

Eles acusam de Bolsonaro de genocida, mas mataram milhões com o comunismo e a. corrupção.

Eles acusam Bolsonaro de fascistas, mas são os verdadeiros defensores de ditadores.

Eles acusam Bolsonaro de ecocida, mas criaram e apoiam centenas de ONGs com o único objetivo de usar a floresta para desviar milhões e entregar nossas riquezas naturais na surdina.

Eles chamam cidadãos tementes a Deus de falsos neopentecostais, desrespeitando a fé e a opção política democrática de milhões de eleitores e suas famílias.

No dia 11 de outubro a nossa resposta a este absurdo tem que ir além.

Somos a maioria, somos fortes e vamos apoiar nosso presidente. #GOBOLSONARO

Mário Abrahão. Jornalista, trabalha com produção de textos, rádio e televisão desde 1996. Pós-graduando em Ciência Política e em Gestão de Comunicação e Mídias Digitais, foi repórter setorista, em Brasília, desde junho de 2011 até o final de 2019. Reside agora em Jundiaí-SP, onde se especializa e prepara novos projetos de comunicação, com foco na política da região.

Fortaleça o jornalismo independente do Jornal da Cidade Online.

Faça agora a sua assinatura e tenha acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários