assinante_desktop_cabecalho

Fux brilha pela terceira vez e suspende liminar de Marco Aurélio em favor de chefão do PCC

Ler na área do assinante

O ministro Luiz Fux vai se consolidando como o homem que pode resgatar a confiança da sociedade no Supremo Tribunal Federal.

Para tanto, em decisões recentes, tirou poderes de Gilmar Mendes e impôs um “voto solitário” ao decano Celso de Mello, que se aposenta na próxima terça-feira (13).

Neste sábado (10), Fux voltou a brilhar.

O presidente do Supremo Tribunal Federal acaba de suspender uma decisão do ministro Marco Aurélio de Mello que concedia habeas corpus ao traficante André do Rap.

Em sua decisão, Fux afirma que a soltura do criminoso “compromete a ordem e a segurança pública” por se tratar de paciente “de comprovada altíssima periculosidade” e com “dupla condenação em segundo grau por tráfico transnacional de drogas”.

Fux assinala ainda que o traficante tem “participação de alto nível hierárquico em organização criminosa, com histórico de foragido por mais de 5 anos”.

André do Rap é apontado pelo Ministério Público de São Paulo como um dos mais importantes líderes do PCC no tráfico internacional de drogas.

Fortaleça o jornalismo independente do Jornal da Cidade Online.

Faça agora a sua assinatura e tenha acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar