‘Adeus’ de Piciani à Dilma, demonstra oportunismo e o caminho do PMDB

Dizendo que ‘não há apoio incondicional’, o presidente do PMDB do Rio de Janeiro, Jorge Piciani, que também preside o legislativo estadual, disse não apenas que está se afastando do governo Dilma Rousseff, como já fez sugestões para um governo de Michel Temer, presidente nacional do partido. 

'Enxuto, com 15 pastas no máximo. Um governo com grandes nomes, que represente a sociedade civil brasileira, que represente partidos de forma plural e que aponte para um ajuste fiscal rigoroso', enfatiza Piciani.

Jorge Piciani é pai do deputado federal Leonardo Piciani que, por sua vez, continuará apoiando o governo.

Uma situação que parece ser combinada. O pai fica com Temer, o filho mantém apoio à Dilma.

Seja qual for o resultado, a família é governo.

Coisa bem típica do PMDB.

da Redação

                                                 https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política