assinante_desktop_cabecalho

Fernanda Torres - a ambientalista de botequim

Ler na área do assinante

Em mais um de seus artigos chorosos para a ‘Falha de São Paulo’, a atriz Fernanda Torres faz uma missiva contra a decisão do Ministro Ricardo Salles de revogar as normas do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) que proibiam a ocupação de áreas de restinga e manguezais.

Em seu artigo Fernanda cita Armação de Búzios como um "exemplo de degradação ao longo do tempo", pois em décadas houve uma transformação em função da ocupação e etc...

Em primeiro lugar vale esclarecer que a revogação dessas normas obedeceu um enorme estudo para determinação de impacto ambiental, ficando claro que pela manutenção de outras regras, o impacto é praticamente inexistente. E o estudo foi realizado por engenheiros ambientais e técnicos, e não por artistas. Por sinal a tal resolução não passa de uma sopa de letrinhas que redunda com outras normas.

Vale uma resposta à Fernandinha "Elenão":

Fernanda, querida, já tendo esclarecido alguns pontos, vamos elencar aqui algumas considerações.

A respeito de Búzios, é claro que a cidade sofreu alterações em função da ocupação, assim como todas as cidades do planeta sofreram em função da ocupação. O que você queria? Que ela fosse preservada para ficar exatamente como era há trinta anos só pra você? A população cresceu e com ela a especulação imobiliária em todos os lugares também cresceu! Fernandinha, sua boba, a Barra da Tijuca há 40 anos era quase mato. E então, vamos reclamar que hoje é uma área urbana densamente povoada?

Você já pediu para as populações ribeirinhas da Amazônia desocuparem as margens dos rios e igarapés? Já pensou em torpedear as palafitas?

Outra coisa, nós gostaríamos de saber onde é que você estava quando seu amiguinho Luciano Huck ocupou ilegalmente uma área de proteção ambiental, sob as bênçãos do amigo queridinho da sua mãe, o Sérgio Cabral? Ah... os amigos podem tudo!

E os seus amigos Globais que hoje infestam Fernando de Noronha, alguns que até construíram pousadas maravilhosas na ilha que em seu todo é uma APA (DIPLOMA LEGAL DE CRIAÇÃO: Decreto nº 92.755 de 05 de junho de 1986)? Aliás você é uma contumaz frequentadora de lá, onde inclusive já participou de um festival gastronômico onde seus amigos lambões deixam sempre toneladas de lixo, Disso você não fala nada.

Nisso você não toca porque atinge diretamente a você e aos seus pares, todos enfermos do caráter e viúvos da honestidade intelectual, que criam narrativas para condenar algo tão somente em função de quem fez, sem que apresentem vocês mesmos dados conclusivos do que defendem. É a famosa hipocrisia da esquerdalha doentia.

Antes de abrir a boca, te aconselho a fazer uma pesquisa aprofundada e até a pedir para integrar o grupo de estudos que embasou a decisão de Ricardo Salles. Quem sabe assim você saia da opinião irresponsável e ideológica para algo mais concreto e coerente.

No mais, se você acha que "a natureza vai ficar feia", dê uma olhadinha no espelho que você vai chegar à conclusão que quando ela quer, ela sabe produzir coisas horríveis sem a interferência do homem. Se olhar para a própria alma... Aí quem sabe nem durma de medo.

Fortaleça o jornalismo independente do Jornal da Cidade Online.

Faça agora a sua assinatura e tenha acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar