assinante_desktop_cabecalho

Dilma concedeu indulto a líder do PCC que, preso novamente, foi solto por HC de Marco Aurélio

Ler na área do assinante

Um fato que não pode ser esquecido e que demonstra o quanto os governos de esquerda foram nocivos ao país. Em 2011 a então presidente da República Dilma Rousseff concedeu indulto a um perigosíssimo traficante.

Moacir Levi Correia, conhecido como Bi da Baixada, integrante do PCC, com uma horrenda vida pregressa.

Bi da Baixada mereceu o perdão da petista.

Na época, ele já havia sido preso 6 vezes. Dessas, três foram recapturas após fugas. Depois foi apontado por investigadores como o homem escalado para liderar a expansão do PCC em Santa Catarina, foi preso no estado do Sul pela sétima vez.

Ao todo, passou por 15 cadeias: 1º DP (Distrito Policial) de São Vicente, 5º DP de Santos, Cadeia Pública de Santos, Cadeia Pública de Praia Grande, Cadeia Pública do Guarujá, penitenciárias de Presidente Venceslau, Avaré, Pirajuí, Iara, Mirandópolis, Hortolândia, Casa Branca, 1º DP da Sé, complexo prisional de Canhanduba (SC) e presídio federal de Porto Velho (RO).

Depois de indultado por Dilma, obviamente continuou a delinquir, sendo preso novamente em 2014, por tentativa de homicídio em cumprimento a uma ordem do PCC.

Foi solto em 2019, após a concessão de um habeas corpus.

O malfadado HC foi concedido pelo ministro Marco Aurélio.

É inacreditável.

Fortaleça o jornalismo independente do Jornal da Cidade Online.

Faça agora a sua assinatura e tenha acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: UOL

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar