assinante_desktop_cabecalho

Carol Solberg leva advertência do STJD (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Carol Solberg escapou de levar uma multa de até R$ 100 mil e da suspensão, amargou apenas uma advertência, mas está 'proibida' de se manifestar politicamente nas quadras.

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Voleibol (STJD) decidiu, nesta terça-feira (13), dar apenas uma advertência para Carol.

A atleta foi a julgamento após um escrechado “Fora, Bolsonaro” ao vivo na TV.

Confira:

O julgamento condenou Carol, por três votos a dois, por violar o artigo 191 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que trata do descumprimento do regulamento. A multa foi convertida em advertência.

O presidente do tribunal, Otacílio Soares Soares de Araújo, entendeu que Carol “se expressou no momento errado e agora tem de assumir as consequências”.

Ele também apontou que a atitude da atleta “não pode fazer bem ao esporte” e que “se amanhã outro atleta falar contra ou a favor disso ou daquilo, não é justo. Ela está lá para falar do que ocorreu dentro de quadra e não sobre a política brasileira, ou mundial”.

Otacílio também fez um alerta.

"Foi um puxão de orelha, uma advertência. Se ela repetir, pode ser punida de uma forma pior".

Fortaleça o jornalismo independente do Jornal da Cidade Online.

Faça agora a sua assinatura e tenha acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários