assinante_desktop_cabecalho

Afaste-se do NOVO e do candidato que pensa que comércio de drogas não deve ser considerado crime

Ler na área do assinante

O ser idiotizado que quer ser Vereador de São Paulo, a cidade mais populosa do Brasil, e uma das maiores do mundo, escreve nas redes sociais que “tráfico nem deveria ser crime”.

O partido ao qual ele é filiado é o “NOVO”, que se gaba de ser “limpinho”, de ter em seus quadros apenas pessoas honestas, de ficha limpa, e que se diz “liberal”, com viés de direita.

Eu espero, verdadeiramente, que esse indivíduo não se eleja. Seria uma catástrofe para os cidadãos paulistanos terem como representante na Câmara Municipal (o Poder Legislativo da cidade) uma pessoa que pensa que comércio de drogas não deveria ser considerado fato tipificado na lei penal.

A diferença dos conservadores para esses ditos liberais da presente era pós-moderna é que os primeiros jamais cometem relativismo moral, e entendem que a função do Estado é, sim, intervir onde tiver que intervir, especialmente se for para defender os padrões e valores da nossa sociedade, enquanto os segundos são os maiores relativistas de que se tem notícia hoje, usando o escudo do “Estado mínimo” para perverter a sociedade e transformá-la em uma anarquia.

Afaste-se do “NOVO”. Seja conservador.

Fortaleça o jornalismo independente do Jornal da Cidade Online.

Faça agora a sua assinatura e tenha acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários