assinante_desktop_cabecalho

A tragédia de Elza e Miranda, mais uma história esquecida

Ler na área do assinante

Miranda é um dos responsáveis pela tragédia que se abateu sobre o país no decorrer do levante insensato de novembro de 1935.

Miranda foi o mentiroso mais estridente, aquele que elaborava as mais incríveis mentiras sobre a situação pré-revolucionária no Brasil, o fazia, no entanto, por delegação de todos.

E por isso ele era o líder do Partido.

Miranda namorava uma adolescente, chamada Elvira Cupello Colônio, dita Elza. O irmão dela, Luiz Cupello Colônio, era também militante do PCB, e seu amigo.

Preso, Miranda foi torturado, a fim de revelar informações que levassem à captura de seus companheiros.

Elza foi estrangulada, covardemente, por quatro militantes comunistas.

Seu corpo quebrado para que coubesse em um saco. E assim foi enterrada. No quintal de uma casa.

Conheça toda essa história na 6ª edição da Revista A Verdade.

A 6ª edição da Revista A Verdade está no ar, mas o acesso é exclusivo para os assinantes do Jornal da Cidade Online.

Se você ainda não é assinante, faça agora mesmo a sua assinatura.

É rápido. É fácil.

Sua assinatura estará ajudando a fortalecer o jornalismo independente do Jornal da Cidade Online.

Basta clicar no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários