Governo federal dá calote nos repasses do Bolsa Família

Prefeituras de pequeno porte, estão demitindo funcionários ligados ao programa.

Pela primeira vez, o governo federal atrasa o repasse para as Prefeituras e Estados de recursos para a gestão do Bolsa Familia.

Embora as 14 milhões de famílias beneficiárias estejam com o recebimento em dia, os programas de acompanhamento nunca tinham sofrido atrasos.

Prefeituras de pequeno porte, estão demitindo funcionários ligados ao programa.

O Ministério do Desenvolvimento Social alega que a situação deve se normalizar assim que receber repasses do Tesouro Nacional.

Os atrasos comprometem a checagem da frequência de crianças nas escolas e postos de saúde e a atualização cadastral dos beneficiários.

Neste ano, a ação “Serviço de apoio à gestão descentralizada do programa Bolsa Família” tem previsão orçamentária de R$ 535 milhões. Segundo a ONG Contas Abertas, R$ 490,2 milhões chegaram a ser comprometidos para pagamento posterior. Mas nada foi transferido. As prefeituras dizem que os atrasos afetam outros programas, como os Cras e Creas (centros de assistência social).

da Redação

Comentários