Justiça decide e Paes vai disputar a eleição na condição de réu... O povo carioca merece?

Ler na área do assinante

Entre os três que formaram uma forte parceria durante muito tempo – Eduardo Paes, Sérgio Cabral e Lula – o ex-prefeito é, de longe, o mais esperto. Espertalhão, talvez.

Enquanto Lula e Cabral estão inelegíveis e envoltos em inúmeros processos e condenações, Paes é o favorito na disputa da prefeitura do Rio de Janeiro e vinha lutando ‘bravamente’ para disputar a eleição sem qualquer mácula processual em sua vida pregressa.

Não conseguiu. Foi derrotado nesta quarta-feira (20) no Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2), que negou o pedido de trancamento do processo por fraude em licitação, corrupção passiva e falsidade ideológica a partir de contratos para as obras do Complexo Esportivo de Deodoro, usado nos jogos Rio 2016.

No julgamento de um Habeas Corpus, a 2ª Turma do TRF-2 rejeitou, por maioria, teses da defesa como a de falta de justa causa na ação e de que a palavra de réu colaborador da Justiça, Leo Pinheiro (construtora OAS), contrariaria investigações feitas pelo próprio MPF em anos recentes.

O MPF rebateu cada alegação da defesa de Paes, acusado de articular um consórcio com as construtoras Queiroz Galvão e OAS para garantir a vitória na licitação do complexo esportivo.

Paes continua réu e nessa condição vai disputar o pleito.

Fica o questionamento: O povo carioca merece?

Você quer saber como ajudar o Jornal da Cidade Online?

É simples, fácil e rápido...

Só depende de você!

Faça agora a sua assinatura e tenha acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar